InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Casa assombrada

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 10 ... 16, 17, 18, 19  Seguinte
AutorMensagem
D. Mary Parker
Diretora
Diretora
avatar

Mensagens : 813
Data de inscrição : 01/01/2012

Ficha do personagem
Idade da personagem:
Estado Cívil:

MensagemAssunto: Casa assombrada   Seg 20 Fev 2012 - 19:48

Relembrando a primeira mensagem :



Esta casa é considerada Assombrada desde o ano de 1850, ano em que, segundo a lenda, uma família feliz, constituida por cerca de seis membros: a avó, o avô, a mãe, o pai e duas irmãs gémeas: a Ally e a Olive, morreram todas num incêndio; diz-se se, durante algum tempo, o resto da família se recusou a viver nessa casa. Cerca de 1890, uma família comprou-a, reconstruindo tudo. Os filhos diziam ouvir o choro incessante das duas irmãs, enquanto apelavam por ajuda. Diziam também ouvir os avós e os pais gritarem para que elas saissem de casa.
Em 1980 descobriram-se muitos corpos e a partir de 2005 que foi uma casa dada como abandonada, e completamente assombrada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sanfranciscocollege.forumeiros.com

AutorMensagem
Will Grant
Players
Players
avatar

Mensagens : 9453
Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: 19
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Qua 29 Fev 2012 - 22:42

Assenti dando-lhe um beijo e colocando o seu cabelo atrás da sua orelha.
-Vamos para LA - sorri indo para o meu carro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sex 2 Mar 2012 - 18:57

Enquanto fitava Agnes vislumbrei Will. Parecia um principe no seu cavalo branco. Fda-se estou a ficar um bocado paneleiro meu! resmunguei para mim mesmo. - Sim na boa, eu fico aqui com a... Agnes - movi as sobrancelhas. - Oh sim e ía como ter com a minha avó? Ao pé cochinho? - resmunguei e vi-os a sair da casa. Olhei de novo para Agnes. - E nós? - perguntei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Agnes Moore
Sociável
Sociável
avatar

Mensagens : 4449
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 18
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sex 2 Mar 2012 - 19:42

Olhei a Ash e o Will quando vieram dizer que se iam embora. Sorri-lhes quando saíram. Fogo, lá se tinha acabado a nossa diversão na casa assombrada. Olhei para Kale. - Não sei... vamos embora? - perguntei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sex 2 Mar 2012 - 19:46

- Sim podemos ir - levantei-me lentamente e estendi a minha mão para que se pudesse levantar com a ajuda desta. - Aproveito e fico a saber onde moras, para mais tarde concebermos o tão desejado bebé - sorri lembrando o momento engraçado que outrora tinhamos falado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Agnes Moore
Sociável
Sociável
avatar

Mensagens : 4449
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 18
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sex 2 Mar 2012 - 20:55

Segurei a sua mão para me levantar e ri-me do que ele disse. - Está bem. - disse no gozo. - Mas eu "moro" no colégio... tu também não é? - perguntei enquanto começava a arrumar as coisas que andavam por ali espalhadas devido a toda aquela confusão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sex 2 Mar 2012 - 21:20

- Sim também "moro" no colégio - repeti o que ela disse fazendo pequenos gestos com as mãos. Ajudei-a a arrumar as cenas que estavam todas caídas no chão - Pois, as pessoas desarrumam e nós é que temos de as arrumar - dei mais ênfase às palavras do verbo desarrumar e quando acabámos dirigimo-nos até à porto. - Vamos? - interroguei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Agnes Moore
Sociável
Sociável
avatar

Mensagens : 4449
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 18
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sex 2 Mar 2012 - 21:26

- Pois. Fugiram todos e nós que arrumemos tudo. - revirei os olhos. - Sim, vamos. - disse assim que acabámos de arrumar tudo e começamos a dirigir-nos à porta indo de seguida embora dali.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 17:08

Não sabia quanto tempo estava ali mas suspeitava que perto de uma semana, não me davam água ou comida. Tinha ficado ali ao abandono naquela casa decrépita que estava a cair aos bocados. De vez em quando lá ele aparecia e abusava de mim de todas as maneiras, se chorasse ainda apanhava porrada por isso, apenas me limitava a ficar quieta até terminar, aquilo era vingança e nada mais. A esperança que tinha já não existia sequer, eu iria ali morrer sozinha, tal como tinha nascido e crescido. Pensei em Keith e como naquele dia tinha sido uma parva, suspirei e fiquei a contar de novo as madeiras da parede como já tinha feito tanta vez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 17:29

Ouvi o som de um telemóvel a tocar e olhei em volta. Eu conhecia aquele toque, era o meu. Tentei procurar pelo telemóvel ate que o vi em cima de uma mesa ou algo parecido, tudo era igual ali e arrastei-me ate la. Estava de maos e pes atados, por isso era complicado mas finalmente consegui-me levantar-me apoiada a parede e com as mãos atendi o telemovel e encostei o meu ouvido a ele.
- Estou, estou - tentei dizer mas a voz mal saia, provavelmente só tinham saido uns gemidos devido as dores e a tentar falar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 17:40

Desliguei o telemóvel mas não o devia ter feito porque pareceu-me ouvir uma voz. uando tentei telefonar, já não consegui porque fiquei sem bateria.
Ainda a pensar onde ela estaria meti-me na rua começando a correr a ouvir música. Parei quando vim um gajo que conhecia e cumprimentei-o com um aperto de mão.
-Tão puto? Desapareceste. - disse e eu tirei um dos auriculares do ouvido. Assenti e encolhi os ombros.
-Sim, andei de viagem. - olhei para o bolso do casaco dele, que estava aberto junto ao peito com um tecido às flores. - Andas a virar? - ri-me. Ele olhou para o tecido e puxou-o mais para baixo não se rindo como que tinha dito, apenas encarou-me.
-Tenho que ir embora. Bom ver-te Grant - disse apressando desaparecendo ao virar da esquina.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 17:44

A chamada foi abaixo e eu fui com ela, estava demasiado cansada, tinha forme, sede e o meu estado emocional nao era o melhor. Comecei a chorar, caindo no chão e voltei a gritar.
- Socorro, alguem me ajude - aclarei a voz mas a garganta estava mais do que seca - por favor, alguem - disse, entre soluços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 17:53

Tentei concentrar-me no dia em que tinhamos estado juntos pela última vez e arregalei os olhos quando me lembrei da roupa não apropriada que ela tinha para ir correr, ela própria tinha falado sobre isso. Olhei para trás como se quisesse ir atrás de Jer, mas não fui, ele estava apressado por isso já devia ir longe. Parei quando me lembrei do que ela tinha dito sobre os drug dealers e cerrei os dentes. Então ele era um deles? Pior, ele era o culpado por isto? Bebi um bocado de água tentando assimiliar tudo.
Se ele ainda tinha aquele tecido, era porque ela estava nesta direcção, tinha que ver se ela estava por estas casas todas lixadas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:11

- Socorro - gritei outra vez mas nao valia apena, aquela zona era abandonada, ninguém iria para junto de umas casas velhas, todas a cair. Voltei para o mesmo sitio onde estava e encolhi-me numa pequena bola, chorando compulsivamente.
Olhei para o céu e tava quase na hora de ele chegar novamente, comecei a chorar ainda mais e tentei tapar-me com o resto de roupa que ainda tinha vestida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:15

Estremeci vendo que já era de noite e estava a ficar frio. Sentei-me num muro velho a olhar para o meu telemóvel já recarregado, mas agora ninguém me atendia. Bebi um pouco mais da minha água e ouvi um barulho. Olhei para trás e vi-o a entrar na primeira casa. Na única a qual eu não tinha ido porque parecia demasiado velha para ela estar por lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:19

Ouvi um barulho no andar de baixo e tentei parar de chorar, voltei a sentar-me como tinha ficado da ultima vez e ouvi as escadas a rangerem, mais uns segundos e ele estaria de novo.
- Então princesa, o que é que eu já te falei sobre chorares ? - perguntou, baixando-se a minha frente e eu desviei o olhar, sem lhe responder - responde-me sua cabra - deu-me uma estalada - eu fiz-te uma pergunta, mas já vi que gostas que seja bruto. - sorriu e eu fechei os olhos com força, mordendo o lábio para não chorar e esperei que aquilo acabasse como sempre
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:23

Telefonei para a polícia, mas não consegui esperar até que eles aparecessem, a casa nem tinha números nem eu sabia a rua em que estava, tentei dar indicações mas o mais provável era eles enganarem-se. Entrei na casa devagar e sem fazer barulho subi as escadas vendo-o a tentar tirar-lhe a roupa. Encostei-me à parede para ver se ele reparava em mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:27

Como sempre começou a tirar-me a roupa, nem perguntou por nada, nao me deu nada para comer ou beber apenas me ia violar como sempre.
A lágrimas caiam silenciosamente enquanto ele apalpava o meu corpo todo mas de repente parou e eu abri os olhos, olhando para onde ele olhava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:34

Olhei para o gajo sem demonstrar qualquer tipo de sentimento e avancei olhando durante uns segundos para Lucy.
-Posso-me juntar? - Gozei mas ele deve ter levado aquilo a sério que se arredou como se me desse espaço para a beijar. Levantei a sobrancelha - És um bocado para o porco não és, Jer? - Perguntei e apanhei-o desprevenido agarrando no colarinho da sua camisa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:38

Encolhi-me mais quando ele perguntou se se podia juntar e baixei o olhar enquanto ele avançava mas acabou por agarrar o outro pelo colarinho. Jer ? Ele chamava-se Jer ?
Olhei para eles os dois enquanto o tal de Jer se tentava debater contra Keith, mas este era maior e tinha mais força. Tentei levantar-me para sair dali mas não conseguia tirar a corda dos meus pés por muito que tentasse, entao comecei a tentar tirar as cordas das maos apesar da força que tinha ser quase nula.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:40

Coloquei-o contra a parede e fiz com que batesse com a parede contra ela, deixando-o inconsciente em pouco tempo. Comecei a ouvir sirenes e olhei para Lucy indo ajuda-la a tirar as cordas das mãos. Quando consegui dei-lhe a minha garrafa de água para as mãos e tirei as cordas dos pés.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 18:43

Rapidamente Keith o deixou inconsciente, vindo-me ajudar a tirar as cordas das mãos e passou.me uma garrafa de água para as mãos. Bebi-a tão depressa que acabei por me engasgar e lancei.me para os seus braços, começando a chorar contra o seu ombro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 19:29

Agarrei-a enquanto chorava e ouvia as sirenes e peguei nela levando-a para a rua, para que vissem como ela estava. Não disse uma única palavra, não valia a pena, não havia nada que pudesse dizer para a consolar e restaurar aquela memória. - Calma Lucy - murmurei quando estava pronto a senta-la numa maca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Sab 5 Maio 2012 - 19:33

Pegou-me ao colo e levou-me para baixo quando o som das sirenes se fez ouvir. Habitava no ar um clima horrivel, só se ouvia o meu choro e as sirenes das ambulancias e da policia. Senti-o afastar-me do seu corpo, provavelmente para me por na ambulancia mas agarrei-me mais a si, impedindo o afastamente
- Não me deixes, não me deixes - pedi, contra o seu pescoço. Devia parecer uma bebé ou uma criança pequena mas eu nao me queria afastar dele
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Dom 6 Maio 2012 - 1:39

Passei-lhe a mão pelo cabelo deitando a minha testa no seu ombro, enquanto ela fazia o mesmo e me agarrava com força para que eu não a deixasse. - Calma, eu vou estar sempre aqui, só precisas de ser examinada. - murmurei-lhe ao ouvido dando-lhe um beijo na bochecha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   Dom 6 Maio 2012 - 15:38

Apertei-o mais contra mim mas acabei por o soltar. Os paramédicos aproximaram-se para me ver e rapidamente começaram a tratar das minhas feridas e da desidratação. Durante todo o tempo que os mesmos me analisaram não tirei os olhos de Keith. Tinha medo que ele se fosse embora mas também não o podia prender a mim, as lágrimas corriam e a ansiedade já diminua mas mesmo assim chegou para o meu coração disparar.
- Eu não me estou a sentir bem - disse, agarrando-me ao peito enquanto ofegava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Casa assombrada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Casa assombrada
Voltar ao Topo 
Página 17 de 19Ir à página : Anterior  1 ... 10 ... 16, 17, 18, 19  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Sobrevivendo ao Mo' Creatures #4 -MINECRAFT- Planos para Futura Casa !
» Torre de dados
» Integrando Mansions of Madness, Elder Sign, Arkham Horror e Eldritch Horror
» NPCs - Guia Completo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
San Francisco College :: Outros-
Ir para: