InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Manicómio

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
D. Mary Parker
Diretora
Diretora
avatar

Mensagens : 813
Data de inscrição : 01/01/2012

Ficha do personagem
Idade da personagem:
Estado Cívil:

MensagemAssunto: Manicómio    Seg 9 Jul 2012 - 23:08

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sanfranciscocollege.forumeiros.com
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Sab 14 Jul 2012 - 23:55

Olhei em volta quando acordei e só me conseguia ouvir a mim e a minha estúpida respiração. Apesar de conseguir ver estava tudo um pouco desfocado. Era como se estivesse altamente pedrado. Tentei mexer-me mas estava preso, cerrei o maxilar pestanejando algumas vezes para tentar perceber onde estava. Era tudo branco, havia quadros aqui e ali, quase como um quarto de hospital, mas num quarto de hospital não existe uma cama em que nos prendem, quase como tortura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 0:41

Quando vieram que estava acordado e já lúcido começaram a fazer-me perguntas básicas, do tipo, quem era eu, quem eram os meus pais, em que equipa de basquet jogava.
-Desamarrem-me - pedi tentando sair dali
-Só quando se acalmar.
-Eu estou calmo
- disse parando e olhando. - Por favor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 12:20

Só tive flashes do que eu próprio fiz, mas o que é que eles me tinham dado?
Gemi de dor contra a parede enquanto dois ou três homens me encostavam a ela.
-Acalmas-te ou vais dormir outra vez, não temos tempo para isto - disse-me um. Olhei para ele de lado. Eu só queria a luxy...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 12:58

Tive dois ataques de pânico como provavelmente não se querem preocupar deram-me umas injecções que me fizeram estar todo atordoado, mas consciente. Tinha comida à minha frente, e era um monte dela, que nojo.. parecia um daqueles pratos dos bebés em que tinha papas nojentas. Olhei em volta e eu não sei como me julgavam louco, esta gente metia medo ao susto.
-Olá - levantei o olhar e vi uma miúda com uns quinze anos a olhar-me. Acenei-lhe com a cabeça e bebi um bocado de água, aquela medicação toda dava-me sede. - Porque é que estás aqui. - fiquei a pensar um bocado porque não conseguia raciocinar.
-A minha mãe pôs-me aqui. - respondi-lhe ao fim de pouco tempo - e tu?
-Sou uma matadora de cereais -fiz uma cara confusa, o meu cérebro estava todo entorpecido, parecia quase embrulhado, que raiva. Esfreguei os olhos e olhei-a novamente ela sorriu como se percebesse e sentou-se ao meu lado - Eu mato pessoas.
-Não devias estar presa? - perguntei porque ela não me metia medo nenhum. Ela abanou a cabeça negativamente e eu perdi o olhar no seu rabo de cabalo que balançava e ela abanou a mão à minha frente para ver se eu agia.
-Porque é que a tua mãe te pôs aqui? - perguntou realmente interessada.
-Porque é ela a louca. - tentei levantar-me e ir de novo para o meu quarto, mas perdi-me.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 13:50

-Prato do dia - disse uma enfermeira quando eu já estava no quarto. Eu já mal conseguia ver por causa dos calmantes que me deixavam desorientado mas sem forças para ter um ataque, mas a mulher estava pálida e a escorrer suor, devia estar a acontecer alguma coisa lá fora, mas também, só se ouvia barulhos.
-O quê? - perguntei e ela mostrou-me uma seringa.
-Não - encolhi-me - eu estou bem, eu estou aqui quietinho - encostei a cabeça aos joelhos - Não estou a fazer nada - disse.
-Mas eu tenho que dar - disse com a respiração ofegante e eu olhei-a esticando os braços aos tremeliques - Calma - pediu - deita-te aqui. - disse agarrando-me numa mão e fazendo-me deitar na cama. - Eu... não... eu - respirou fundo e enfiou-me a porcaria da agulha pela veia fazendo-me gemer com a dor. Arregalei os olhos quando senti de novo a sensação. Comecei a contorcer-me e a gritar mas desta vez não tinha a Luxy para me ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 14:27

Não sei quantas horas passaram, mas obviamente muitas, quanto abri os olhos só via branco e os quadros de sempre. Suspirei, não me lembrava de nada mas estava novamente preso com a merda das correntes ou lá o que eram. Tentei soltar-me, fiz toda a força possível, até que um homem veio ter comigo e me fez levantar o tronco. Aí, descobri que mal me conseguia aguentar sentado, o meu corpo abanava por todo o lado como se a gravidade fosse mais forte para mim do que para os outros.
-Aguenta-te rapaz - disse o homem - vamos passar-te para o outro quarto, é mais confortável. - apesar de não confiar em ninguém daqui deixei que ele me ajudasse, até porque não me conseguia debater. Ele libertou-me e levou-me para o quarto onde havia cabeceiras e cobertores, apesar de estar na califórnia, estava muito frio neste hospital, ou então era apenas eu que o tinha porque os enfermeiros andavam de manga curta.

Abri os olhos e sentia-me melhor, mais lúcido e até tinha fome, mas continuava quase impossivel mexer-me. Levaram-me ao refeitório e sentei-me no mesmo lugar da outra vez. A miúda de quinze anos, a que matava pessoas olhou a minha faca de plástico e depois para mim.
-O que foi? - perguntei.
-Não me deixam ir para outra ala por causa das facas. - disse ela. Olhei para as facas que eram todas iguais.
-Então é por isso que também não me deixam ir? - ela encolheu os ombros.
-Talvez. - hm... tinham medo que me revoltasse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 15:09

Abri e fechei os olhos várias vezes, o meu corpo era percorrido de calafrios mas o meu suor já escorria como água pelo rosto. Tentei não me mexer muito, caso contrário eles prendiam-me, mas era impossível controlar a dor. Aquilo ardia por mim a dentro por todo o corpo. Era a quarta vez que me injectavam aquilo e parecia doses maiores do que quando estive doente. Deixei um grito escapar e ouvi o choro de uma rapariga tornar-se mais audivel ao mesmo tempo que passava uma coisa fria pela testa.
-Luxy. - murmurei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 15:17

Cortei a carne com aquelas facas de plástico e olhei para T-rex, era assim que a chamavam apesar de ela ser pequenina. Resmunguei para mim quando elas se partiu assim como o garfo.
-Sabes que isto dá para fazer muita coisa - disse-lhe sorrindo levemente, ela, apesar de ser pequenina desenhou um pequeno sorriso maléfico nos seus lábios. - Queres tentar?
Ela assentiu partindo as suas e olhando-me atentamente.
-Afinal tu és como eu. - eu abanei a cabeça.
-Só estou a tentar salvar-me. - disse baixinho e aproximei-me dela. As enfermeiras não andavam à minha volta por isso olhei-a. - Achas que tens força o suficiente para fazer esta ferida ainda mais profunda? - ela abanou a cabeça negativamente e eu suspirei.
-Mas tenho jeito. - disse e num ápice provocou-me dor e eu olhei para a ferida, mais aberta que nunca, mais aberta que com uma faca normal. Ela sorriu quase aliviada e eu sorri-lhe ou pelo menos tentei porque aquilo doía mesmo. Agarrei-me ao braço e fui ter com uma enfermeira que não conhecia. A minha mãe não podia ter comprado o hospiticio todo, de certeza que havia aqui enfermeiras que nem sabiam quem era e por isso eram obrigadas a levar-me à enfermaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 15:42

Respirei fundo enquanto o enfermeiro me tentava parar o sangue.
-Tentaste matar-te? - perguntou-me mas eu não falei - sabes a que é que chamam a este sítio? - perguntou apontando para a minha ferida.
-Corredor da morte - assenti falando pela primeira vez.
-Queres matar-te? - voltou a perguntar.
-Preferia morrer a estar aqui, mas não. - disse olhando-o - quero ajuda. - disse já meio debilitado por estar a perder tanto sangue. - preciso... que me faça análises - levei a mão à testa limpando o suor. - Eu estou a ser drogado.
-Com calmantes é normal.
-Os calmantes doiem?
- perguntei-lhe e ele ficou meio pálido e assentiu.
-Não se pode confiar em ninguém aqui. É um hospicio e no hospicio não são só os doentes que são malucos. - disse - vais ter que receber sangue. - apertou-me o braço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 15:57

Assim que ele me fez o teste e controlou a minha hemorragia fui novamente encaminhado para a sala. Sentia-me fraco e frágil.. talvez não tenha sido a melhor opção porque amarraram-me novamente à cama e a enfermeira de sempre olhou-me passando a mão pela minha testa.
-Estás com febre - disse ela limpando lágrimas. - Não alucines outra vez - pediu-me - eu tenho que te dar isto ou eles matam-me.
Eu estava preparado para implorar pela minha vida, mas depois do que ela tinha dito olhei-a e assenti.
-Dê - e ela abanou a cabeça tentando controlar o choro.
-Vais morrer. Já estás fraco.
-Tens filhos? - perguntei e ela assentiu.
-Não lhes faças mal. - murmurei e ela depois de se recompôr voltei a dar-me a porção necessária, ou não.. parecia menos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 16:12

Tinha adormecido, mas não tinha sido das dores nem nada do genero, aposto que me tinham dado um calmante, tinha de novo aquela sensação de me distrair com pouco. Levantei a cabeça e vi que não estava amarrado. Saí da cama agarrando-me a ela e fui até à porta que tinha uma janela, vi a miuda assassina a olhar para o meu quarto com um ar intrigado. Abri a porta, que estava aberta, logo podia sair, e olhei para ela, vendo-a a arregalar os olhos e fugir ao mesmo tempo que as minhas pernas cederam fazendo-me ficar encostado à ombreira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 16:35

Estava sempre a pedir para o seu pai acelerar mas ele não podia fazer. Assim que chegámos ao tal sitio aquilo metia arrepios. Batia o pé da perna boa freneticamente enquanto ele falava com os seguranças. Assim que nos deixaram entrar e nos disseram o número do quarto onde estava actualmente, fechei os olhos e respirei fundo para não pensar na dor.
- Sr. Grant despache os papeis para o tirarmos daqui - pedi e fui a correr para o quarto, vendo-o ajoelhado a porta - amor, amor eu estou aqui - agarrei-o com a força que me restava enquanto as lagrimas corriam - eu vim-te buscar, estás a salvo - levei-o para a cama.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:08

Encostei a cara à ombreira da porta e suspirei alívio.
-Ahh, fresquinho - sorri estupidamente. Já estava a começar a portar-me como um verdadeiro maluco. Levantei a cabeça olhando para todos os lados sem ver nada, apenas o corredor branco, mas estava a ouvir a voz de Luxy.
-Luxy - olhei em volta e senti o seu toque. Suspire deixando a cabeça cair no seu ombro e sentindo os eu cheiro. - Luxy - murmurei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:10

- Sim amor, eu estou aqui - abracei-o - eu vim-te buscar - afaguei os seus cabelos - eu vim amor - beijei a sua testa - deita-te, estás quente - deitei-o, continuando a acariciar o seu rosto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:17

Assim que ela me deitou no chão voltei a sorrir sem qualquer sentido e agarrei-me a ele.
-Está tão frio - murmurei - isso é tão bom. - disse com a voz arrastada e tinha tanto sono que.. que não sei. Levantei novamente a cabeça e desta vez consegui ver a sua cara, olhei para a minha mão ensaguentada e para a sua bochecha. -Luxy? - fiz uma cara confusa. Eu não estava a alucinar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:26

- Sim amor, eu estou aqui - acariciei o seu rosto - vais ficar bem amor - beijei novamente a sua testa - o teu pai está a tratar de tudo, vamos para casa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:36

Voltei a olhar para o sangue na minha mão e na cara dela, ainda não a conseguia ver com claresa, estava tudo desfocado menos o cabelo dela, era um pouco estranho mas só me consegui focar nele. - Mataste-a? - perguntei com um sorriso e por segundos senti-me desfalecer - ela tentou..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:37

- Shhh, está tudo bem - pousei a sua cabeça no meu colo - Ela tentou matar-me, sim - murmurei, mordendo o lábio - ela está presa, o teu pai viu tudo e a policia também ouviu a sua confissão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:41

-Bruxa - chamei tossindo e agarrando o braço dela com um gemido, o meu corpo doía todo. - Tira-me daqui rápido. só há malucos e eu pareço um - disse tentando vê-los.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:45

- nao esta aqui ninguem amor, estou só eu - tentei arranjar uma posiçao melhor e vi o chao todo ensaguentado da minha perna. Doia.me bastante mas ele era a minha prioridade - consegues por.te em pe ? - perguntei, olhando.o
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:49

-Não sei - respondi-lhe ficando agora meio ensonado. Respirei fundo voltando a levantar o tronco com algum trabalho e agarrei-me ao ferro da cama levantando-me - mais ou menos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 17:52

ajudei.o a levantar.se e quando ele o fez, segurei.o e fiz com que se apoiasse a mim - aguenta só até ao carro amor. Sabes se te deram alguma coisa ? - perguntei, começando a andar e evitando coxear para ele nao reparar mas as dores eram horriveis. Mordi o labio com força e continuei a andar - estamos quase a chegar amor
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Keith Grant
Rebeldes
Rebeldes
avatar

Mensagens : 5856
Data de inscrição : 25/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Idade da personagem: Dezanove
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 18:01

Sem querer fiz um pouco mais de peso, mas consegui agarra-la a tempo de ambos cairmos.
-Deram - disse atordoado - aquilo da outra vez - disse entrando para o carro quando me abriram a porta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucy Adams
Tímidos
Tímidos
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
Idade da personagem: 17
Estado Cívil: Comprometido

MensagemAssunto: Re: Manicómio    Dom 15 Jul 2012 - 20:44

Estávamos quase a chegar ao carro quando ele fez um pouco mais de peso e a minha perna cedeu, fazendo com que quase caissemos mas ele agarrou.me. Fechei os olhos com força e mordi o lábio para não gemer de dor.
- Temos que te ir curar isso, não podes ficar com isso no sistema - pu-lo dentro do carro e sentei-me no banco de trás, deitando a sua cabeça no meu colo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Manicómio    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Manicómio
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
San Francisco College :: Outros-
Ir para: